EBay atrai grandes empresas do varejo em batalha contra a Amazon

quarta-feira, 8 de agosto de 2012 10:36 BRT
 

Por Alistair Barr e Dhanya Skariachan

8 Ago (Reuters) - O eBay, no passado um batalhador site de leilões para pequenos comerciantes, está tentando atrair alguns dos maiores grupos mundiais de varejo ao alegar que pode ajudá-los a concorrer melhor contra a líder do comércio eletrônico, a Amazon.com.

John Donahoe, presidente-executivo do eBay, e outros executivos da companhia estão dizendo aos grupos de varejo que a Amazon é sua inimiga, enquanto o eBay é um aliado, porque, ao contrário da Amazon, não mantém estoques.

A Amazon compra produtos no atacado, os mantém em estoque e os vende aos consumidores a preços mais altos --como todos os grupos de varejo. Já o eBay afirma que só oferece meios de contato entre o vendedor e o comprador.

Essa mensagem começa a ser aceita, especialmente entre as cadeias físicas de varejo que vêm perdendo mercado para a Amazon.

"Quando os varejistas procuram novos veículos de crescimento, o eBay parece um parceiro natural --um parceiro melhor que a Amazon", disse Sucharita Mulpuru, analista de comércio eletrônico na Forrester Research.

Quando a RadioShack surpreendeu com o anúncio de um prejuízo trimestral, no mês passado, seu presidente-executivo, Jim Gooch, disse a analistas que a cadeia de varejo de eletrônicos estabeleceria uma loja no eBay para encontrar novos compradores online.

Barnes & Noble, Toys R Us, GNC Holdings, Aeropostale e Neiman Marcus estão entre os outros grandes grupos de varejo que agora operam lojas no eBay. A Best Buy vende celulares e planos de telefonia móvel no eBay.

Na segunda-feira, o eBay anunciou que estava testando um serviço de entrega em um dia chamado eBay Now, em parceria com a Target, a segunda maior cadeia de varejo dos Estados Unidos, e de outros grupos de varejo como a Macy's, Nordstrom e Walgreen. A Amazon já oferece entrega de produtos no mesmo dia em algumas áreas.

A base do eBay Now é a Milo, uma empresa adquirida pelo eBay no final de 2010, que permite que comerciantes exibam no mercado online do eBay o estoque físico disponível em suas lojas. Quando os consumidores fazem buscas no eBay, descobrem não só o que os vendedores online estão oferecendo mas também as lojas físicas mais próximas que dispõem do produto em estoque.

Mais de 50 mil lojas subiram dados de estoque para o eBay, nos EUA, entre as quais grandes grupos de varejo como a Home Depot, Ikea, Lowe's Companies, Sears Holdingse J. C. Penney Company.