América Móvil busca sinergias de aquisições na Europa

quinta-feira, 9 de agosto de 2012 11:02 BRT
 

Por Cyntia Barrera

CIDADE DO MÉXICO, 9 Ago (Reuters) - A gigante mexicana do telefonia móvel América Móvil terá como foco de seus esforços em consolidar as duas aquisições que fez recentemente na Europa, e embora não tenha outras transações no radar, está aberta a oportunidades, declarou o co-presidente do conselho da companhia, Carlos Slim Domit, na quarta-feira.

"Não temos mais operações (na Europa) em mira no momento, mas estamos sempre abertos a avaliar oportunidades e alternativas do mercado", disse Slim Domit, filho mais velho do homem mais rico do mundo, Carlos Slim Helu, em entrevista à Reuters.

A América Móvil recentemente iniciou uma expansão na Europa ao adquirir participação controladora de 27,7 por cento na operadora holandesa de telecomunicações KPN, e reforçou sua participação na austríaca Telekom Austria a 23 por cento, depois de adquirir as ações do investidor Ronny Pecik.

Além disso, a família Slim revelou deter uma participação adicional de 3,14 por cento nas ações ordinárias da empresa austríaca.

"São empresas que vemos com muito potencial de crescimento e desenvolvimento e que podem propiciar muita sinergia", ele disse, sem fornecer detalhes.

Analistas estão tentando prever qual será o próximo passo da companhia na Europa, onde diversos países enfrentam problemas econômicos e podem ter ativos de telecomunicações disponíveis para aquisição.

No mês passado, a Reuters noticiou que a TeliaSonera havia colocado à venda a operadora espanhola de telefonia móvel Yoigo, de acordo com pessoas conhecedoras do assunto.

América Móvil, Vodafone e France Telecomeram vistas como potenciais interessadas na aquisição, avaliada em mais de 1 bilhão de euros (1,2 bilhão de dólares). A América Móvil declarou mais tarde que, no momento, não tem interesse na Yoigo.   Continuação...