IBM anuncia centro de pesquisas no Quênia

segunda-feira, 13 de agosto de 2012 16:35 BRT
 

NAIRÓBI, 13 Ago (Reuters) - A companhia norte-americana de serviços de computação IBM e o Quênia abriram um laboratório de pesquisa, que deve levar o governo local a economizar bilhões de dólares no desenvolvimento de tecnologias para melhorar a prestação de serviços públicos.

Embora a IBM não tenha revelado o investimento, Roberto Morris, vice-presidente para pesquisa de serviços, afirmou nesta segunda-feira que será uma quantia "significativa". Globalmente, a IBM destina cerca de 6,5 bilhões de dólares por ano a pesquisa e desenvolvimento.

O Quênia contribuirá com 2 milhões de dólares anualmente durante cinco anos, segundo o secretário permanente de informação e comunicação do governo, Bitange Ndemo, e os direitos autorais dos trabalhos resultantes serão compartilhados.

Quênia, Ruanda e outros países no leste da África possuem crescentes setores de tecnologia, como serviços de transferência de fundos, pagamento de contas e serviços bancários através de telefones celulares.

A IBM, que está presente em mais de 20 países africanos, disse que o maior desafio das cidades no continente envolve a melhoria de serviços como água e transportes.

(Por George Obulutsa)