Prejuízo da Barnes & Nobles diminui, mas vendas do Nook recuam

terça-feira, 21 de agosto de 2012 14:22 BRT
 

21 Ago (Reuters) - A Barnes & Noble afirmou que as vendas de seu leitor digital Nook caíram, levando a um recuo de suas ações, apesar de ter informado um prejuízo trimestral menor do que o esperado.

A companhia, cuja participação no mercado de e-books dos Estados Unidos fica entre 25 e 30 por cento, disse que as vendas do Nook sofreram com os preços mais baixos de vendas e porque poderia não atingir a demanda para o produto que permite a leitura no escuro.

As vendas de conteúdo digital de alta margem por meio do Nook subiram 46 por cento no primeiro trimestre encerrado em 28 de julho, disse a empresa, mas as vendas totais, incluindo dispositivos Nook, aumentaram apenas ligeiramente, para 192 milhões de dólares, ante 191,4 milhões dólares um ano antes.

"Enquanto as vendas de conteúdo digital aumentaram 46 por cento, estamos desanimados com a queda significativa das vendas unitárias dos dispositivos Nook, apesar dos cortes de preços", disse em relatório o analista Michael Souers, da S&P Capital IQ.

As ações da Barnes & Noble caíam 2,18 para 12,08 dólares na bolsa de Nova York, às 14h18 (horário de Brasília).

As receitas totais da companhia subiram 2,5 por cento, para 1,5 bilhão de dólares.

A Barnes & Noble disse que o prejuízo líquido para o trimestre caiu para 41 milhões de dólares, ou 0,78 dólar por ação, ante 56,6 milhões de dólares, ou 0,99 dólar por ação, um ano antes.

Em média, analistas esperavam prejuízo de 0,98 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

(Por Phil Wahba em Nova York e Nivedita Bhattacharjee em Chicago)