22 de Agosto de 2012 / às 15:57 / 5 anos atrás

Claro experimenta rede 4G em três cidades no RJ e SP

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO, 22 Ago (Reuters) - A Claro, operadora de telefonia móvel pertencente à América Movil, do bilionário mexicano Carlos Slim, iniciou, em caráter experimental, sua operação de telefonia móvel de quarta geração (4G) em três cidades nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os municípios que passarão a contar com a tecnologia já em fase prática --Búzios (RJ), Parati (RJ) e Campos do Jordão (SP)-- não terão a rede 4G funcionando abertamente, sendo necessário o usuário visitar fisicamente um estabelecimento da operadora para testar o serviço, informou a terceira maior operadora celular do país em número de linhas.

"Estamos lançando as primeiras cidades de 4G no Brasil. Criamos um circuito de experiência para nossos clientes", afirmou o presidente da Claro, Carlos Zenteno, a jornalistas nesta quarta-feira, durante evento do setor em São Paulo.

"Essas redes não são redes de testes, praticamente são redes que já estão operando, em frequências experimentais autorizadas para isso," acrescentou.

Apesar da afirmação, as redes 4G ainda não podem ser usadas comercialmente, pois é necessária uma formalização junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que Zenteno estima ocorrer até setembro.

"As frequências que hoje temos são experimentais, então não podemos comercializar os serviços", disse.

A Claro afirmou ter trabalhado com a fornecedora de equipamentos de telecomunicações sueca Ericsson para viabilizar as cidades com 4G.

Para as próximas cidades, a operadora ainda negocia a definição do fornecedor. "Essas três cidades foram feitas com a Ericsson. Os outros fornecedores estão em processo de negociação neste momento."

O início dos experimentos práticos do 4G são uma prévia operacional para as companhias, que buscam cumprir a meta estabelecida pelo governo de levar a rede 4G para todas as cidades-sede Copa das Confederações até abril de 2013.

A Claro reafirmou sua expectativa de cumprir o restante do cronograma do governo, e, até o final de 2013, as outras cinco capitais que serão sede da Copa do Mundo de 2014 --Cuiabá, Manaus, Natal, Porto Alegre e São Paulo-- também devem estar cobertas.

"A previsão é que até 2017 todas as cidades com mais de 30 mil habitantes tenham cobertura 4G da Claro", disse a empresa em nota.

Em julho, a empresa adquiriu, por 844,5 milhões de reais, licença para operar o 4G na faixa de frequência a partir de 2,5 gigahertz (GHz) em todo o país.

Oi, TIM e Vivo foram as outras três vencedoras para cobertura nacional.

Zenteno também explicou que o fato de Búzios, Parati e Campos do Jordão serem cidades turísticas influenciou na escolha desses locais, para que a operadora possa também mostrar o serviço aos consumidores de outras cidades.

Maior velocidade de tráfego na Internet para o celular do usuário, possibilitando mais rapidez para vídeos, conferências virtuais e download de arquivos são algumas das principais promessas do 4G.

Segundo a Claro, o 4G permitirá uma velocidade nominal de tráfego de até 100 megabits por segundo (Mbps), bem acima das redes 3G atuais.

Em junho, a Oi anunciou ter concluído testes técnicos do 4G em cinco cidades no Estado fluminense.

O anúncio da Claro acontece cerca de um mês após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ter bloqueado temporariamente as vendas de três operadoras (Claro, Oi e TIM) em diversos Estados, sob alegação de má qualidade na prestação de serviços.

Por Roberta Vilas Boas; Reportagem adicional de Sérgio Spagnuolo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below