Lucro da China Unicom no 2o tri cai por mais subsídio a aparelhos

quinta-feira, 23 de agosto de 2012 13:06 BRT
 

HONG KONG, 23 Ago (Reuters) - A China Unicom, segunda maior operadora de telefonia móvel chinesa, teve queda de 2 por cento no lucro líquido trimestral, atingindo as previsões do mercado, com os subsídios de aparelhos pesando no resultado final da empresa.

A companhia teve lucro de 2,42 bilhões de iuans de abril a junho, valor menor que os 2,47 bilhões de iuans no mesmo período em 2011. A previsão de analistas era de lucro de 2,3 bilhões de iuans no último trimestre, segundo pesquisa Reuters com seis analistas.

"O resultado foi um pouco melhor do que o esperado e parece que tem sido impulsionado pelo menor lançamento com depreciação", disse a analista Lisa Soh, da Macquarie Capital Securities.

O balanço da China Unicom é o último a ser divulgado entre as três maiores operadoras de telefonia móvel com ações listadas na bolsa de Hong Kong.

A China Mobile, a maior do setor e a única que não oferece o iPhone, reportou na semana passada estabilidade no lucro do segundo trimestre, enquanto a terceira colocada China Telecom teve lucro 10 por cento maior, segundo divulgado na quarta-feira, no maior declínio em dois anos.

Todas elas ampliaram os gastos para atrair usuários de tecnologia 3G que normalmente usam seus smartphones para fazer download de games e arquivos. O objetivo das operadoras é ampliar a utilização do serviços de dados que são mais lucrativos que os de voz.

O mercado móvel da China já tem mais de 1 bilhão de assinantes, mas apenas 17 por cento deles são usuários da tecnologia 3G.

(Por Lee Chyen Yee e Alison Leung)