Júri dos EUA decide que Samsung viola patentes da Apple

sexta-feira, 24 de agosto de 2012 22:07 BRT
 

SAN FRANCISCO, 24 Ago (Reuters) - A Apple obteve nesta sexta-feira uma vitória legal arrasadora sobre a Samsung, uma vez que um júri dos Estados Unidos decidiu que a empresa coreana copiou características críticas dos imensamente populares iPhone e iPad e estabeleceu uma indenização à empresa norte-americana de 1,051 bilhão de dólares.

O veredito --que veio muito mais cedo do que o esperado--pode levar a uma proibição total da venda de produtos-chave da Samsung e, provavelmente, solidificar o domínio da Apple no crescente mercado de computação móvel.

Várias empresas que vendem smartphones baseados no sistema operacional Android, do Google, podem agora enfrentar novos desafios legais da Apple, uma empresa que já está entre as maiores e mais rentáveis ​​da história dos negócios.

Brian Love, professor da faculdade de direto de Santa Clara, descreveu o veredito como uma vitória esmagadora para a Apple: "Este é o melhor cenário a Apple poderia ter esperado".

O júri deliberou em menos de três dias antes de entregar o veredito sobre sete pedidos de patentes da Apple e cinco pedidos de patentes da Samsung -- sugerindo que o grupo de nove pessoas teve pouca dificuldade em concluir que a Samsung copiou o iPhone e o iPad.

Bilhões de dólares em vendas futuras estão na balança.

As acusações da Apple de que a Samsung copiou seus projetos e características são vistos amplamente como um ataque ao Google e seu software Android, que estão instalados nos dispositivos da coreana e tornou-se o software móvel mais utilizado.

Apple e Samsung, as duas empresas que vendem mais da metade dos smartphones e tablets do mundo, estão se enfrentando legalmente em vários países este ano.

Nesta sexta-feira, um tribunal sul-coreano decidiu que ambas as empresas compartilham a culpa, ordenando que a Samsung parasse de vender dez produtos, incluindo o telefone Galaxy S II e proibiu a venda de quatro produtos diferentes da Apple, incluindo o iPhone 4.   Continuação...

 
Funcionário exibe o iPhone 4s (esquerda), da Apple, e o Galaxy SIII, da Samsung, em uma loja em Seul, na Coreia do Sul, nesta sexta-feira. 24/08/2012 REUTERS/Lee Jae-Won