Reino Unido quer retomar diálogo com Equador sobre Assange

domingo, 26 de agosto de 2012 15:02 BRT
 

LONDRES, 26 Ago (Reuters) - O Reino Unido declarou neste domingo que continuava disposto a chegar a um acordo diplomático sobre a presença do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, na Embaixada britânica no Equador.

Assange está na Embaixada há mais de dois meses para evitar a extradição à Suécia, onde tem acusações de estupro e assédio sexual.

O presidente do Equador, Rafael Correa, tinha dito no sábado que o Reino Unido tinha retirado a ameaça de invadir a Embaixada e prender Assange, a quem o país concedeu asilo.

Correa se referia a um pronunciamento do governo britânico de que não estava ameaçando a embaixada e que seguia a Convenção de Viena, que garante a inviolabilidade das representações diplomáticas.

"Continuamos comprometidos com a negociação e queremos retomá-la com o governo do Equador", declarou uma representante do governo britânico.