Chefe de criação da Zynga deixa cargo para criar nova companhia

quarta-feira, 29 de agosto de 2012 10:50 BRT
 

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O chefe de criação da Zynga Mike Verdu deixou a empresa para começar sua própria companhia, se tornando mais recente executivo de alto nível a deixar, nas últimas semanas, a produtora de jogos eletrônicos que passa por dificuldades.

Verdu, que conduziu diversos projetos criativos e estúdios da Zynga, anunciou sua saída da empresa criadora do "Farmville" apenas três semanas após o chefe de operações John Schappert deixar o cargo.

A moral da empresa foi afetada enquanto o preço das ações continuou a cair e o crescimento de receita parou, disseram fontes próximas à Zynga. As ações da companhia fecharam em 3,08 dólares na terça-feira, ante 10 dólares do IPO de dezembro de 2011.

Uma fonte próxima à situação informou à Reuters que a saída de Verdu foi motivada, primeiramente, pelo seu desejo de montar uma companhia de jogos móveis. "Fazer parte da Zynga desde o começo me lembrou o quanto eu amo ser um empreendedor. Após um longo exame de consciência, eu decidi voltar às minhas raízes e começar uma nova companhia", disse Verdu em uma postagem em um blog.