ENTREVISTA-TIM Fiber manterá investimentos de R$100 mi por ano

quinta-feira, 30 de agosto de 2012 09:03 BRT
 

Por Sérgio Spagnuolo

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A recém-inaugurada oferta da TIM em banda larga fixa residencial tem atraído interesse de potenciais clientes nas últimas semanas, e o grupo de telecomunicações investirá cerca 100 milhões de reais por ano para desenvolver os negócios e ampliar a cobertura dos serviços.

As informações são do presidente-executivo da TIM Fiber, empresa do grupo dedicada à operação fixa, Rogerio Takanayagi.

Com forte demanda por banda larga fixa de alta velocidade no país, a TIM Fiber está confiante de que alcançará a meta de rentabilizar as operações fixas e atingir 1 bilhão de reais em receita nos próximos cinco anos.

"Telecomunicações é indústria de capital intensivo, normalmente o payback (retorno) está acima de 10 anos, e o fato de ter payback em 5 anos talvez signifique que essa seja uma operação mais rentável", disse Takanayagi em entrevista à Reuters.

"Em termos de investimentos, manteremos por volta de 100 milhões de reais por ano, o que não é nada comparado com (telefonia) fixa."

A TIM Fiber fechará este ano com 116 milhões de reais investidos, já dentro dos cerca de 3 bilhões de reais do plano de investimentos do grupo TIM Participações para 2012. Segundo Takanayagi, a ideia é futuramente a unidade tentar andar sozinha.

A TIM Fiber já tem uma estrutura física separada, com cerca de 200 funcionários dedicados à operação.

A empresa começou a ofertar na cidade de São Paulo os serviços Live de banda larga fixa no começo de agosto, antes do previsto, e identificou até o momento um potencial de 260 mil domicílios que podem ser atendidos.   Continuação...