Apple e editoras fazem concessões em processo antitruste--fonte

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 11:13 BRT
 

BRUXELAS, 31 Ago (Reuters) - A Apple e quatro grandes editoras se ofereceram para permitir que varejistas como a Amazon vendam livros eletrônicos com um desconto por dois anos, em uma tentativa de encerrar uma investigação antitruste da União Europeia e evitar possíveis multas, disse uma pessoa próxima ao assunto nesta sexta-feira.

A agência antitruste da União Europeia abriu uma investigação sobre acordos de preços dos e-books da Apple com as editoras em dezembro, alegando que poderiam prejudicar a concorrência na Europa.

As quatro editoras são Simon & Schuster; HarperCollins, unidade da Newscorp; Hachette Livre, do grupo francês Lagardere SCA; e Verlagsgruppe Georg von Holtzbrinck, proprietária da Macmillan na Alemanha.

As editoras fizeram acordos com a Apple sob os quais as versões online de seus livros seriam vendidos por preços fixados pelo iTunes, da Apple, sendo que a companhia ficaria com 30 por cento das receitas. O acordo especificava que outras varejistas não poderão vender os dispositivos por preços menores.

A Comissão Europeia disse em abril que as cinco companhias ofereceram concessões no caso, em uma tentativa de acabar com a investigação e evitar punições, que poderiam chegar a 10 por cento de suas receitas globais, mas não deu mais detalhes.

(Por Foo Yun Chee)