5 de Setembro de 2012 / às 14:02 / em 5 anos

Microsoft e Nokia depositam esperanças no Lumia

Por Tarmo Virki e Sinead Carew

HELSINQUE/NOVA YORK, 5 Set (Reuters) - A Nokia e a Microsoft revelaram nesta quarta-feira o mais poderoso celular inteligente da problemática companhia europeia, quarta-feira, o que pode representar sua última grande oportunidade de reconquistar o mercado perdido para a Apple, Samsung e Google.

A maior produtora mundial de software e a companhia finlandesa que dominou por muito tempo o mercado de celulares apresentaram o novo modelo em Nova York e planejam demonstrar a figuras importantes do setor em Helsinque.

Microsoft e Nokia esperam que o novo Lumia se torne uma arma poderosa na guerra cada vez mais maior no setor de celulares.

Porém, analistas ficaram, inicialmente, menos do que impressionados com o novo dispositivo. As ações da Nokia caíram 15 por cento logo após o lançamento em Nova York, para 1,94 euro. Elas fecharam em queda de 12,95 por cento, para 1,99 euro.

O Lumia 920 e o Lumia 820, menor, vão funcionar com a versão mais recente do sistema operacional Windows Phone, que a Microsoft espera ser capaz de enfrentar o Apple iOS e o Google Android para se tornar a terceira plataforma da telefonia móvel.

Se os novos modelos não conquistarem os consumidores, o final pode estar próximo para a deficitária Nokia, o que representaria sério revés para as tentativas da Microsoft de reconquistar sua presença no mercado móvel.

O novo smartphone - que executivos consultados nesta quarta-feira consideram o principal telefone Windows, possui a tecnologia esportiva de câmera "Pureview" para reduzir a desfocagem gerada pelo movimento da mão e capacidade de carregamento sem fio.

Ele também dispõe de tecnologia de realidade aumentada que permite aos usuários ver detalhes de seu ambiente através da câmera.

"O Lumia 920 parece mais uma evolução do Lumia já existente do que a revolução que esperávamos de uma estreita colaboração entre Nokia e Microsoft", disse o diretor de pesquisa da CSS Insight, Ben Wood. As duas empresas "terão de gastar altas somas de dinheiro em marketing e oferecer os smartphones a preços agressivamente baixos".

As imagens que vazaram sobre os dois modelos revelam aparência semelhante à dos celulares Windows anteriores da Nokia, mas os analistas afirmam que não bastarão esses dois modelos para reverter a crise da companhia.

"É preciso lançar mais aparelhos, e os recursos que eles oferecem precisam se destacar mais. Eles precisam de um aparelho que deslumbre', disse Hannu Rauhala, analista do Pohjola Bank, que rebaixou sua classificação das ações da Nokia na terça-feira.

A Motorola Mobility, do Google, planeja mostrar seu mais novo celular inteligente na quarta-feira, a Amazon vai mostrar seu novo Kindle Fire no dia seguinte, e a Apple deve lançar a mais recente versão de seu iPhone em 12 de setembro. A Samsung Electronics diz que terá um celular acionado pelo Windows no mercado já no mês que vem.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below