Chinês Alibaba recompra metade da participação do Yahoo no grupo

terça-feira, 18 de setembro de 2012 14:05 BRT
 

18 Set (Reuters) - O Alibaba recomprou por 7,6 bilhões de dólares metade da participação que o Yahoo tinha no grupo chinês, ficando mais perto de uma oferta pública inicial.

O Alibaba teve o financiamento de 1 bilhão de dólares por parte de oito bancos internacionais --como Barclays, Citi, Credit Suisse, Deutsche Bank e Morgan Stanley-- e 1 bilhão por parte do Banco de Desenvolvimento da China.

A companhia chinesa levantou o restante do dinheiro por meio da emissão de ações preferenciais, empréstimos bancários e venda de participação para acionistas já existentes, como Temasek Holdings --do governo de Cingapura-- e DST Global.

O Alibaba tem direito de comprar de volta a participação restante do Yahoo após um IPO. O Yahoo tinha 40 por cento no grupo chinês até a operação desta terça-feira.

O grupo chinês pagou cerca de 6,3 bilhões de dólares em dinheiro e 800 milhões em ações preferenciais, além de ter feito um pagamento único em dinheiro de 550 milhões de dólares, relacionado ao acordo de licença de propriedade intelectual.

O Alibaba, que chegou ao acordo de recompra em maio, fechou o capital do site de e-commerce business-to-business Alibaba.com por 3 bilhões de dólares em junho.

"Essa transação dá início a um novo capítulo na nossa relação com o Yahoo", afirmou o presidente-executivo da Alibaba, Jack Ma.

O Yahoo comprou comprou as ações do Alibaba primeiramente em 2005 em troca de 1 bilhão de dólares e a venda do Yahoo China para o grupo chinês.

(Por Sayantani Ghosh)