Presidente da Nokia tem poucos meses para recuperar companhia

quarta-feira, 19 de setembro de 2012 11:26 BRT
 

Por Tarmo Virki e Harro Ten Wolde

HELSINQUE/FRANKFURT, 19 Set (Reuters) - O presidente-executivo da Nokia, Stephen Elop, tem poucos meses para se mostrar capaz de recuperar a fabricante finlandesa, que --no que depender do novo smartphone-- não deve reconquistar os clientes que perdeu para Apple e Samsung Electronics.

Investidores e analistas dizem que o presidente tem até o começo de 2013 para provar que fez o certo ao escolher o Windows Phone, ou então o futuro dele na companhia deficitária estará em jogo.

Analistas preveem que o Lumia 920 ficará atrás do iPhone 5 nas compras de fim de ano no segmento mais caro do mercado de smartphones.

"Elop não conseguiu atrair compradores, e isso é o que pesa. Poderia alegar que não teve tempo suficiente, mas está no comando da empresa há quase dois anos. O prazo está acabando", opinou Magnus Rehle, sócio da Greenwich, consultora de grandes empresas de telecomunicação.

A prova de fogo para a virada estratégica de Elop foi no começo de setembro, quando a Nokia lançou os primeiros modelos dela com Windows Phone 8.

Elop tinha prometido agradar em cheio aos consumidores com os novos smartphones, mas o Lumia 920 na verdade se mostrou apenas uma melhora do modelo anterior. As ações da Nokia despencaram durante o evento de lançamento do telefone e perderam 25 por cento em dois pregões.

Os papéis voltaram à marca de 2,20 euros, mas com ajuda da recuperação do mercado mundial de ações, e continuam abaixo do nível pré-lançamento.

Uma boa performance nas compras de fim de ano pode garantir a sobrevivência de Elop, mas investidores e analistas duvidam que isso vai acontecer.   Continuação...