Tribunal libera acordo de US$9,5 mi em processo contra Facebook

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 10:08 BRT
 

21 Set (Reuters) - Um tribunal de apelações dos Estados Unidos se recusou a interferir no acordo de 9,5 milhões de dólares referente ao processo contra o Facebook alegando que o extinto serviço da rede social, Beacon, violou o direito de privacidade de seus membros.

Em 2007, o Facebook lançou o Beacon, que permite aos usuários transmitir suas atividades na internet para seus amigos. Se um usuário alugasse um filme na Blockbuster, por exemplo, a transação da pessoa seria transmitida para toda a rede social, de acordo com a decisão.

No entanto, o Facebook não exige consentimento de ninguém para participar do programa e os usuários logo reclamaram por suas informações privadas serem divulgadas sem permissão. Diante das reclamações e da publicidade negativa, a empresa decidiu interromper o serviço.

Um grupo de 19 autores formulou uma ação coletiva em um tribunal federal contra o Facebook e outras empresas que participavam do Beacon. Facebook logo concordou em resolver o caso por 9,5 milhões de dólares.

(Por Dan Levine)