Google diz que não agiu para Google Maps estar no iPhone 5

terça-feira, 25 de setembro de 2012 11:53 BRT
 

TÓQUIO, 25 Set (Reuters) - O Google não agiu para oferecer o Google Maps no iPhone 5 depois que a Apple trocou o aplicativo por um controverso serviço que ela mesma desenvolveu, declarou o presidente de conselho executivo do Google, Eric Schmidt.

A Apple lançou um serviço próprio de mapeamento no começo do mês, quando apresentou a tão aguardada atualização da plataforma para telefonia móvel iOS 6 e começou a vender o iPhone 5.

No entanto, os usuários se queixaram de que o novo serviço de mapas da Apple, baseado em dados da holandesa TomTom, contém erros geográficos gritantes e não oferece alguns dos recursos que popularizaram o Google Maps.

"Seria melhor se a Apple continuase com nosso software, mas quem sou eu para dizer isso?", declarou Schmidt a jornalistas em Tóquio. "O que vamos fazer? Obrigá-la a mudar de ideia? A decisão é dela", acrescentou.

Schmidt disse que Google e Apple estão em constante comunicação, mas ressaltou que qualquer decisão de incluir o Google Maps na App Store cabe apenas à Apple.

Google e Apple eram bem próximas na época do primeiro iPhone, em 2007, mas o relacionamento se desgastou com a ascensão do Google Android, atualmente o mais popular sistema operacional para smartphones.

Schmidt espera que o Google continue parceiro da Apple no que diz respeito a buscas no iPhone, mas novamente ressaltou que a decisão cabe à fabricante.

"Não farei previsões. Queremos que a Apple seja nova parceira. De maneira nenhuma vou especular o que ela vai fazer. Cabe a ela se pronunciar como achar necessário", afirmou.

(Por Tom Miles)