Conselho depõe presidente da RadioShack para acelerar recuperação

quarta-feira, 26 de setembro de 2012 18:04 BRT
 

Por Arpita Mukherjee e Juhi Arora

26 Set (Reuters) - O presidente-executivo da RadioShack, James Gooch, renunciou ao cargo nesta quarta-feira, como parte dos esforços da outrora emblemática vendedora de eletrônicos no sentido de reviver sua sorte após uma série de falhas estratégicas.

"O Conselho decidiu que o momento era certo", disse o porta-voz da companhia, Eric Bruner. "Tomar essa decisão mais cedo ajudará a estabelecer a liderança correta para lidar com os desafios da companhia".

A ação da RadioShack, que acumulou perda de mais de 80 por cento desde que Gooch assumiu em maio, fechou com alta de 1,56 por cento a 2,60 dólares.

A RadioShack, célebre na época da televisão de tubo como um local de encontro para entusiastas do rádio e de eletrônicos, cada vez mais tem se focado em vender produtos de baixas margens, como planos de ligações telefônicas e smartphones, particularmente o iPhone, da Apple.

Espelhando o destino de outros vendedores de eletrônicos como a Best Buy, as margens operacionais da companhia recuaram para 3,5 por cento em 2011 ante 8,7 por cento em 2009.

As margens operacionais podem recuar para -0,1 por cento em 2012, disse o analista Bradley Thomas, do KeyBanc Capital Markets, em nota.

A RadioShack, cuja joint venture com a Target rendeu resultados aquém das expectativas, também enfrenta competição das lojas do Wal-Mart e de redes de comércio online, como a Amazon.com.