Reguladores da UE iniciam processo contra Microsoft por violar acordo

quinta-feira, 27 de setembro de 2012 08:04 BRT
 

VARSÓVIA, 27 Set (Reuters) - Reguladores da União Europeia estão se preparando para punir a Microsoft por não cumprir uma exigência de 2009 de oferecer aos usuários a possibilidade de escolha de navegador, afirmou o chefe antitruste da UE nesta quinta-feira.

"O próximo passo é iniciar um processo formal pela violação de um acordo pela companhia. Estamos trabalhando nisso", disse a jornalistas o comissário de concorrência da UE, Joaquín Almunia. "Não deve ser uma investigação longa porque a própria companhia explicitamente reconheceu ter violado o acordo."

A Comissão Europeia abriu um investigação sobre o caso em julho, a primeira vez que uma empresa foi acusada de não ter atendido às exigências de decisões antitruste da UE.

Se considerada culpada, a Microsoft pode ter de pagar multas de até 10 por cento de sua receita global.

A Microsoft concordou, há quase três anos, em oferecer aos consumidores europeus melhor acesso a navegadores rivais em seu sistema operacional Windows, encerrando um caso antitruste e evitando o pagamento de uma multa.

(Por Karolina Slowikowska)