GP investirá R$503 mi em torres de telecomunicações

quinta-feira, 27 de setembro de 2012 22:04 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 27 Set (Reuters) - O grupo de private equity GP Investments anunciou nesta quinta-feira um investimento de 503 milhões de reais para a compra de cerca de 2 mil torres de telecomunicações no país por meio de sua nova subsidiária no setor, a BR Towers.

Não foi divulgado o nome da operadora vendedora, mas há indicações de que seja a Vivo, do grupo Telefônica Brasil.

De acordo com um parecer técnico do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), de 14 de setembro, a Presidente Participações, subsidiária da GP Investments, adquiriu 1.912 torres da Vivo.

A BR Towers SPE I é atual denominação da Presidente Participações, segundo documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários.

O parecer recomendou a aprovação da compra sem restrições, mas não foram divulgados os termos financeiros.

Contatadas através de suas assessorias de imprensa, nem a Vivo nem a GP Investments quiseram comentar imediatamente o caso.

O investimento marca a criação de uma nova empresa de gerenciamento de torres de telecomunicações no país em meio à necessidade de mais capacidade e compartilhamento de rede, informou a GP em fato relevante.

"Considerando as metas de cobertura 3G e 4G para os próximos 5 a 10 anos, o mercado de torres irá, inevitavelmente, enfrentar uma considerável expansão através do aumento de locatários por torre (adição de antenas nas torres atuais) e divisão de células com construção de novos sites", segundo a nota.

O investimento será feito pelo fundo de private equity GP Capital Partners, gerido pela GP Investments V, uma subsidiária integral da GP Investments, com um comprometimento total do fundo entre 90 milhões e 164 milhões de dólares.   Continuação...