Kodak deixará de vender impressoras a jato de tinta em 2013

sexta-feira, 28 de setembro de 2012 14:58 BRT
 

28 Set (Reuters) - A Eastman Kodak planeja parar de vender impressoras a jato de tinta a partir de 2013, quando deixará a maioria de seus negócios para consumidores domésticos e se centrará na impressão comercial.

Fabricantes de impressoras estão lutando contra queda de vendas, tendo em vista que empresas estão cortando custos usando cada vez mais dispositivos móveis para tirar fotos e compartilhá-las digitalmente.

A Lexmark disse no mês passado que vai parar de fabricar impressoras a jato de tinta e concentrar-se nos negócios mais rentáveis de imagens e softwares.

A Kodak, que já deixou o segmento de câmeras digitais, previu nesta sexta-feira gastar 90 milhões de dólares na saída do negócio de impressoras de jato de tinta.

Entretanto, a companhia continuará a vender cartuchos para as impressoras de jato de tinta já vendidas.

A Kodak, que pediu concordata este ano depois de lutar para adaptar-se à era digital, disse que recebeu "significativas manifestações" de interessados nos negócios de quiosques de impressão e de escaneamento de imagens.

A empresa prevê cortar mais 200 postos de trabalho, além dos 1 mil anunciados neste mês. A fabricante já cortou 2.700 empregos ao longo deste ano.

(Por Sayantani Ghosh)