Oi estima investir R$1 bi em 4G até fim de 2015

segunda-feira, 1 de outubro de 2012 19:46 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 1 Out (Reuters) - A Oi estima investimentos de cerca de 1 bilhão de reais no segmento de telefonia móvel de quarta geração (4G) até o fim de 2015, disse o presidente da companhia, Francisco Valim, nesta segunda-feira.

A operadora inaugurou nesta segunda-feira sua rede móvel 4G em caráter experimental no Leblon, área nobre do Rio de Janeiro, e ainda está em processo de definição final dos fornecedores de infraestrutura.

"Os investimentos no total do 4G no período estimado entre agora e final de 2015 estão na casa de 1 bilhão de reais", afirmou Valim em encontro com jornalistas no Rio de Janeiro, para marcar a inauguração da rede carioca.

A Oi espera expandir as operações da rede 4G para em São Paulo, Brasília e Belo Horizonte em dezembro.

"Ainda não estamos formalmente operando o serviço, estamos no processo de finalização dessa etapa", afirmou Valim.

De acordo com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), também presente no evento, a autarquia deve assinar as autorizações dos usos das radiofrequências destinadas ao 4G em meados de outubro para todas as operadoras.

"Dia 16 é a assinatura dos termos de autorização para exploração da quarta geração (de telefonia móvel)", disse Rezende a jornalistas.

"Assim que a gente tiver esse procedimento finalizado... nós passaremos a comercializar (isso), adequado à cobertura que vai sendo expandida", disse Valim, acrescentando que não haverá grande alarde sobre os serviços em um primeiro momento --que ainda terão abrangência geográfica limitada-- e que devem ser destinados a modens móveis, ao invés de smartphones.

O lançamento comercial abrangente da Oi, por enquanto, segue o prazo inicial do edital de licitação das radiofrequências destinadas ao 4G, com início planejado para abril de 2013 em sete cidades: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Salvador, Recife e São Paulo.

A Oi foi uma das operadoras a vencer leilão para faixa de frequência para cobertura nacional de 4G, em junho.