Irã diz que ataque cibernético afeta acesso à internet

quarta-feira, 3 de outubro de 2012 13:59 BRT
 

Por Yeganeh Torbati

DUBAI, 3 Out (Reuters) - Ataques cibernéticos tiveram como alvo a infraestrutura iraniana e empresas de telecomunicação, prejudicando o acesso à internet em todo o país, disse uma autoridade estatal nesta quarta-feira.

O Irã, quinto maior exportador mundial de petróleo, reforçou a segurança cibernética desde que suas centrífugas de enriquecimento de urânio foram atingidas em 2010 pelo vírus de computador Stuxnet, que Teerã acredita ter sido plantado pelos arquirrivais Israel ou Estados Unidos.

"Ontem tivemos um ataque pesado contra a infraestrutura do país e as empresas de comunicação, que nos obrigou a limitar a internet", disse Mehdi Akhavan Behabadi, secretário do Conselho Superior do Ciberespaço, a uma agência de notícias iraniana.

"Atualmente temos constantes ataques cibernéticos no país. Ontem um ataque com um tráfego de vários gigabytes atingiu a infraestrutura de internet, o que causou uma lentidão indesejada na internet do país", explicou.

"Todos estes ataques foram organizados. E têm em mente as redes nuclear, petrolífera e de informação do país."

Autoridades israelenses ameaçaram uma ação militar contra as instalações de energia nuclear da República Islâmica se as sanções do Ocidente sobre os bancos e o setor de petróleo de Teerã não persuadir a nação a engavetar seu polêmico programa atômico. As potências ocidentais suspeitam que o Irã esteja tentando desenvolver a capacidade de produzir armas nucleares, o que Teerã nega.

(Reportagem de Yeganeh Torbati)