Grupo de hackers diz ter atacado sites oficiais na Grécia

segunda-feira, 8 de outubro de 2012 20:37 BRT
 

ATENAS, 8 Out (Reuters) - O grupo ativista de hackers Anonymous afirmou ter derrubado sites do governo grego nesta segunda-feira, na véspera da visita da chanceler alemã, Angela Merkel, que provavelmente enfrentará furiosos protestos.

Vários sites do governo pareciam ter ficado brevemente fora do ar nesta segunda-feira, incluindo aqueles do Ministério da Defesa Civil, da polícia e do Ministério da Justiça. Uma mensagem apareceu dizendo: "A página não pode ser encontrada".

A polícia não pôde confirmar quem era o responsável pelo ataque, que o Anonymous reivindicou em uma série de mensagens no Twitter.

Em mensagem postada no YouTube, o grupo criticou a grande operação de segurança que a polícia tem planejado para a terça-feira a fim de conter os protestos contra Merkel, comparando o governo à junta militar que governou a Grécia de 1967 a 1974.

Sindicatos e partidos de oposição convocaram protestos em massa para receber a chanceler alemã, quem muitos gregos acusam de forçá-los injustamente a enfrentar dolorosas medidas de austeridade e levar o país a uma recessão mais profunda.

O governo grego está emperrado nas negociações com seus credores internacionais sobre mais cortes de gastos em troca da próxima parcela do resgate de 130 bilhões de euros.

Em fevereiro, o Anonymous reivindicou um ciberataque contra o site do Ministério da Justiça grego.

(Reportagem de Renee Maltezou)