Siemens diz que vai combater altos custos de produção

quinta-feira, 11 de outubro de 2012 13:31 BRT
 

FRANKFURT, 11 Out (Reuters) - A alemã Siemens admitiu que precisa reduzir custos de produção e poderia cortar postos de trabalho para competir com concorrentes depois de 2012 se mostrar um ano mais difícil do que o esperado.

"Como uma empresa líder, queremos ser melhor que nossos concorrentes. Não queremos nos perder no meio da concorrência", disse o presidente-executivo da companhia, Peter Loescher, em comunicado.

Os comentários vieram após Loescher divulgar um novo programa de economia de gastos para a Siemens, a maior companhia em valor de mercado da Alemanha e uma grande empregadora.

A expectativa é que Loescher apresente mais detalhes sobre o plano, que a imprensa alemã especula incluir milhares de demissões, quando a Siemens publicará seus resultados financeiros, em novembro.

Loescher disse que entre as metas do programa estarão enfrentar os altos custos de produção, a revisão de negócios de baixo desempenho e a simplificação de processos internos. Ele não disse quanto dinheiro a companhia quer economizar ou quantos empregos devem ser cortados.

(Por Maria Sheahan)