Corte dos EUA libera venda de celulares da Samsung, atinge Apple

quinta-feira, 11 de outubro de 2012 16:41 BRT
 

Por Diane Bartz

WASHINGTON, 11 Out (Reuters) - Um tribunal norte-americano reverteu nesta quinta-feira uma proibição preliminar sobre a venda de smartphones Galaxy Nexus, da Samsung, prejudicando a Apple numa batalha contra o cada vez mais popular software para celulares do Google.

A Apple disputa uma guerra em várias frentes contra o Google, cujo software Android serve de sistema operacional para muitos dos aparelhos da gigante coreana.

Em um dos sinais mais visíveis dessa batalha, um julgamento para determinar se produtos da Samsung violam patentes da Apple acabou em agosto com uma vitória arrasadora a favor da fabricante do iPhone.

Um tribunal de apelações dos Estados Unidos decidiu que o tribunal distrital da California "extrapolou seu discernimento ao decidir por essa proibição". A corte de apelações enviou o caso de volta para um tribunal californiano de menor instância para ser reconsiderado.

O Nexus deixará de ser um produto de última linha no portfólio da Samsung, com o lançamento de vários novos tablets e smartphones antes das férias. Mas reverter a proibição pré-julgamento é um tapa na cara da Apple porque as patentes no caso Nexus --que envolvem características realizadas por software, como "clique para dar zoom" e outras-- são diretamente relacionadas a características do Android, sistema operacional da maioria dos smartphones do mundo.

Na quarta-feira, o presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, disse que a disputa cada vez mais intensa entre a Apple e sua companhia é um "embate definitivo" para o futuro da indústria de celulares.

"Não vimos (...) disputas competitivas nessa escala", disse ele durante uma entrevista com o blog de tecnologia AllThingsDigital.