15 de Outubro de 2012 / às 13:07 / 5 anos atrás

Softbank comprará até 70% da Sprint por US$20,1 bi

Por Mari Saito e Tim Kelly

TÓQUIO, 15 Out (Reuters) - A operadora móvel japonesa Softbank informou nesta segunda-feira que comprará até 70 por cento da Sprint Nextel, terceira maior operadora dos Estados Unidos, por 20,1 bilhões de dólares --maior valor desembolsado por uma empresa japonesa em um aquisição internacional.

O negócio, anunciado conjuntamente pelo fundador bilionário do Softbank, Masayoshi Son, e pelo presidente-executivo da Sprint, Dan Hesse, em Tóquio, garantirá à companhia japonesa a entrada no mercado norte-americano que ainda mostra crescimento, frente à estagnação do mercado japonês.

A operação também dará à Sprint poder para comprar empresas internacionalmente e construir sua rede móvel de quarta geração (4G) a fim de melhor competir nos EUA, cujo mercado é dominado por AT&T e Verizon Wireless, segundo analistas.

Analistas há tempos apontam que o segmento de telecomunicações nos EUA carece de consolidação, mas poucos olharam para o Japão como um catalisador deste processo. Alguns investidores temem que o Softbank comprará uma fatia maior do que sua estrutura suportaria gerenciar.

Mas Son, de 55 anos, que raramente assumiu grandes riscos, está apostando que o crescimento dos EUA pode oferecer um alívio frente à acirrada competição no saturado mercado móvel japonês.

Combinadas, Softbank e Sprint terão 96 milhões de usuários.

“Pode ser seguro se você não fizer nada, e nosso desafio nos EUA não será fácil. Devemos entrar em um novo mercado, com uma cultura diferente, e devemos começar de novo do zero após tudo o que construímos”, disse Son em uma coletiva de imprensa. “Mas não enfrentar este desafio será um risco maior”.

A Softbank disse que, como parte do acordo, comprará 3,1 bilhões de dólares de bônus conversíveis em ações da Sprint, a 5,25 dólares por papel, ao passo que cerca de 55 por cento das ações existentes da operadora norte-americana devem ser trocadas a 7,30 dólares por papel em dinheiro. A ação da Sprint encerrou a sexta-feira cotada a 5,73 dólares.

As transações devem ser concluídas até meados de 2013.

Hesse, que seguirá como presidente-executivo da Sprint, disse que o investimento da Softbank dará à Sprint oportunidades não vistas desde que ele ingressou na empresa, no fim de 2007, e permitirá que a empresa norte-americana tenha um papel maior no futuro da consolidação do setor.

“Isto (o acordo) é pró-competição e pró-consumidor nos EUA, por cria um empresa mais forte no terceiro lugar... que concorrerá com o duopólio de AT&T e Verizon. Quando você olha o que a Softbank conseguiu no Japão com a terceira maior operadora, é algo que podemos aprender”, disse Hesse.

Analistas afirmaram que a compra de 70 por cento da Sprint por 20 bilhões de dólares resulta em uma avaliação de mercado de 28,6 bilhões de dólares para a operadora, cerca de 65 por cento superior ao seu valor de mercado no fechamento de sexta-feira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below