Anatel estima que operadoras têm contratos de R$4 bi para 4G

terça-feira, 16 de outubro de 2012 19:11 BRT
 

BRASÍLIA, 16 Out (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estima que 50 por cento das torres de telefonia de quarta geração (4G) serão compartilhadas pelas operadoras, afirmou nesta terça-feira o presidente do órgão regulador, João Rezende.

Segundo ele, as operadoras de telefonia já têm contratos para investir 4 bilhões de reais na tecnologia 4G nos próximos 24 meses.

Rezende disse que as operadoras vencedoras do leilão de 4G comprometaram-se a compartilhar as torres.

Essa medida tem como objetivo aumentar a presença das antenas, com menos investimentos e menos problemas com as prefeituras, que em algums casos impõem restrições à instalação dos equipamentos.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu inclusive que seja feita a redução da cobrança da taxa de fiscalização vinculada ao Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) para as torres compartilhadas.

"Acho que o governo poderia desonerar, se a lei permitir, poderia diminuir a taxa de fiscalização para incentivar que haja compartilhamento das torres e das antenas, disse Bernardo, após participar da assinatura dos contratos de concessão de 4G.

O ministro disse que pediu para a Anatel avaliar se a desoneração é possível.

(Por Leonardo Goy)