Apple lança mini iPad com preços a partir de US$329

terça-feira, 23 de outubro de 2012 17:08 BRST
 

Por Poornima Gupta

SAN FRANCISCO, 23 Out (Reuters) - A Apple apresentou um novo tablet de tela de 8 polegadas nesta terça-feira em seu maior lançamento de produto desde a estreia do iPad há dois anos, lançando uma versão menor do aparelho com preços a partir de 329 dólares num mercado disputado com a Amazon.com e com o Google.

O aparelho começará a ser vendido na sexta-feira, com entregas a partir da semana seguinte, e conta com processador e conexão sem fio mais rápidos. O tablet terá modelos com capacidade de armazenamento de 16, 32 e 64 gigabytes, e sua bateria dura dez horas.

O "iPad mini" de 7,9 polegadas marca a primeira entrada da Apple no segmento de tablets menores. A Apple também anunciou um iPad de quarta geração com as mesmas dimensões do modelo original e melhoras em gráficos e velocidade de processamento, apenas dois dias antes da Microsoft apresentar seu próprio tablet, o "Surface".

A Apple espera resistir ao avanço de rivais em seu ramo de origem, o de hardware eletrônico para o consumidor, e proteger a liderança que construiu no segmento --mais rentável-- dos tablets de 10 polegadas, que nem mesmo rivais dotados de grandes recursos, como a Samsung Electronics, foram capazes de penetrar.

O presidente-executivo da companhia, Tim Cook, deu início ao evento desta terça-feira, realizado no opulento California Theater em San José, anunciando que o recém-lançado iPhone 5 é o smartphone vendido mais rapidamente em todos os tempos. Ele acrescentou que há hoje 200 milhões de aparelhos operando o iOS6, a adoção mais veloz de uma atualização que o executivo já viu desde que o sistema operacional foi lançado há cerca de um mês.

O Amazon Kindle e o Google Nexus 7 conquistaram uma fatia do mercado de tablets de preço mais baixo e provaram que existe demanda por um aparelho com tais dimensões, forçando a Apple a ingressar em um segmento de mercado que ela vinha evitando e que, no passado, foi tratado com desdém pela empresa.

Um tablet menor seria o primeiro aparelho a ser acrescido à compacta linha da Apple na gestão de Tim Cook como presidente-executivo. Cook assumiu o posto pouco antes da morte de Steve Jobs, co-fundador da companhia e ex-presidente.

"A Apple percebeu cedo que tinha um vencedor, no iPad, e se provou correta nessa avaliação", disse Lars Albright, co-fundador da SessionM, uma agência iniciante de publicidade para Internet móvel e ex-executivo publicitário da Apple. "Eles contam com imensa participação de mercado e, para protegê-la, têm de ser inovadores."

O evento só para convidados da Apple, no qual deve ser apresentado o tablet, começará às 15h (horário de Brasília), em San Jose.

Analistas de Wall Street vinham dizendo há meses que a Apple estava planejando uma versão menos cara do iPad a fim de enfrentar os modelos concorrentes, o que segundo eles pode prejudicar as margens de lucro da empresa, mas impediria que rivais dominem um segmento de mercado cada vez mais importante.