UE adverte Microsoft sobre opção de navegadores no Windows 8

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 13:49 BRST
 

* UE poderá abrir investigação se Windows 8 não oferecer opção

* Companhia de software poder ser multada por quebrar promessa

* Microsoft pede desculpas e assume responsabilidade

Por Foo Yun Chee

SÃO PAULO, 24 Out (Reuters) - As autoridades antitruste da União Europeia advertiram a Microsoft para não repetir o erro de negar aos consumidores a opção de navegadores em seu novo software Windows, em uma disputa que já custou à gigante de software mais de um bilhão de euros em multas em mais de uma década.

O chefe antitrust da UE Joaquim Almunia disse nesta quarta-feira que ele manifestou suas preocupações à Microsoft sobre o Windows 8, que deve ser lançado na sexta-feira.

"Eu transmiti precisamente ... as minhas preocupações, que espécie de apresentação deve ser evitada se eles não querem correr o risco de uma nova investigação", disse Almunia em uma conferência de imprensa.

A advertência foi acompanhada de uma acusação formal de que a Microsoft descumpriu sua promessa de oferecer nas versões anteriores do Windows a opção de navegadores rivais aos consumidores europeus, o que pode resultar em uma pesada multa à produtora de software.

A maior companhia mundial de software prometeu três anos atrás que ofereceria opção de navegadores, como parte de um acordo para encerrar uma investigação antitruste da União Europeia e evitar punição em valor de até 10 por cento de seu faturamento mundial.   Continuação...