Atenções de tecnologia recaem sobre Windows 8 e tablet Surface

quinta-feira, 25 de outubro de 2012 11:52 BRST
 

Por Bill Rigby

SEATTLE, 25 Out (Reuters) - Os resultados de vendas firmes do Windows 8 e do tablet Surface, da Microsoft, só estarão disponíveis dentro de três meses, mas deve ficar claro bem antes disso se a empresa está obtendo sucesso com seus novos lançamentos.

"Poderemos certamente avaliar o desempenho com base na discussão sobre o produto", disse Emily Chan, analista da Bernstein Research. "Primeiro vem uma leve curva de aprendizado. Mas acho que não veremos um grande salto como o do iPad".

A Microsoft precisa desesperadamente que seu novo Windows 8, com recursos aplicáveis a telas sensíveis ao toque e mais fácil de usar, conquiste a imaginação dos compradores, para tentar recuperar o terreno perdido diante da Apple e do Google na computação móvel, e reanimar o moribundo mercado de computadores pessoais.

O mais importante talvez seja o Surface, um tablet que leva a marca da companhia e será vendido apenas em suas lojas e seu site, criado para desafiar diretamente o Apple iPad.

"Eu gostaria de saber os números de vendas --e de devoluções -- do Surface", disse Sarah Rotman Epps, do grupo de pesquisa tecnológica Forrester. "Mas serão números difíceis de obter porque só a Microsoft venderá o produto".

As primeiras críticas ao Surface mostram contradições, com elogios ao design esguio do aparelho mas queixas quanto à duração da bateria e o número limitado de softwares e aplicativos disponível.

Há quem se preocupe com a possibilidade de que o primeiro modelo do Surface, equipado com uma versão enxuta do Windows 8 conhecida como RT, incompatível com os programas Windows anteriores, cause confusão e insatisfação entre os consumidores.

Os três modelos à venda no site norte-americano da Microsoft estão disponíveis apenas para entrega quando houver reposição de estoque, o que indica forte demanda, mas não se sabe que número de Surfaces a Microsoft produziu em seu lote inicial.

"O fato de que as entregas tenham de esperar por reposição indica que existe interesse dos consumidores", disse Michael Gartenberg, analista do grupo de tecnologia Gartner. "A forma pela qual a Microsoft lançará, propagará e explicará o produto é que vai determinar seu sucesso em longo prazo".