Saraiva busca vender operação de comércio eletrônico, dizem fontes

terça-feira, 30 de outubro de 2012 18:45 BRST
 

Por Esteban Israel

SÃO PAULO, 30 Out (Reuters) - A Saraiva, maior rede de livrarias do Brasil, está tentando vender suas operações de comércio eletrônico, que incluem o ainda novo mas promissor segmento de livros digitais, segundo fontes do setor afirmaram à Reuters.

O objetivo da companhia, de acordo com três fontes, é vender a plataforma online para se focar na cadeia de 102 lojas físicas e em sua editora, negócios com margens maiores.

"A Saraiva está tentando vender suas operações online. Eles a ofereceram a algumas varejistas", disse uma das fontes.

Outra fonte afirmou que a empresa vem se preparando para cindir as operações de vendas online já há algum tempo para se voltar à sua editora e às lojas físicas, que também comercializam CDs e DVDs.

A Saraiva, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que não comenta especulações de mercado.

A companhia conta atualmente com o maior acervo de livros digitais (ebooks) do país, composto por 12 mil títulos nacionais, que resultam em cerca de 500 mil reais em vendas mensais.

Embora ainda respondam por uma pequena parcela das operações online da empresa, o presidente-executivo da Saraiva, Marcílio Pousada, disse recentemente à Reuters que as vendas de ebooks vêm ganhando impulso.

As vendas online da Saraiva respondem por cerca de 33 por cento das operações de varejo da companhia e recuaram 6,4 por cento no segundo trimestre ante igual período em 2011.   Continuação...