Morgan Stanley tenta suspender arbitragem sobre IPO do Facebook

quarta-feira, 7 de novembro de 2012 10:48 BRST
 

7 Nov (Reuters) - O Morgan Stanley está tentando suspender um caso de arbitragem apresentado por uma investidora do Facebook que culpa o banco e outras companhias por perdas que ela sofreu na confusa oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) e pede uma indenização de 1,9 milhões de dólares.

O Morgan Stanley, que liderou a coordenação do IPO, disse que o investidor não é sua cliente e os advogados do banco apresentaram uma queixa no tribunal federal de Manhattan na segunda-feira, buscando uma ordem para suspender o processo no que se refere à sua empresa.

A investidora Uma Swaminathan, de Nova Jersey, não retornou pedidos de comentários.

Swaminathan, segundo queixa apresentada à Autoridade Regulatória da Indústria Financeira, disse que o Morgan Stanley não informou todos os investidores que estava rebaixando sua previsão para o Facebook pouco antes do IPO e que ela não foi capaz de cancelar sua reserva de ações.

(Por Suzanne Barlyn)