Vodafone tem baixa contábil de US$9,4 bi por Espanha e Itália

terça-feira, 13 de novembro de 2012 15:39 BRST
 

Por Kate Holton

13 Nov (Reuters) - A Vodafone teve uma baixa contábil de seus negócios na Espanha e na Itália em 5,9 bilhões de libras (9,4 bilhões de dólares) e reduziu sua previsão de fluxo de caixa, a medida em que a recessão atingiu o sul da Europa e os assinantes reduziram o uso dos celulares.

A companhia está em uma posição melhor que muitos concorrentes graças a sua força nos Estados Unidos e em mercados emergentes, e continua entre as maiores pagadoras de dividendos do Reino Unido enquanto outras empresas reduziram os pagamentos.

No entanto, o crescimento do grupo britânico nos mercados emergentes está desacelerando e alguns investidores estão decepcionados por um dividendo menor que o esperado da Verizon Wireless, joint venture da Vodafone com a Verizon Communications nos Estados Unidos, segundo anunciou a empresa na segunda-feira.

A Vodafone disse estar fazendo uma baixa contábil em suas operações na Espanha e na Itália de 3,2 bilhões de libras e 2,7 bilhões de libras, respectivamente. Isso deixou o valor contábil do ágio para os negócios em 2,4 bilhões de libras e 7,2 bilhões de libras, respectivamente no fim de setembro.

O lucro operacional ajustado do grupo no primeiro semestre subiu 2,2 por cento, para 6,2 bilhões de libras, superando a previsão média de analistas de 5,9 bilhões de libras.

A Vodafone disse que espera receber um dividendo de 2,4 bilhões de libras de sua joint venture norte-americana até o fim do ano e compraria de volta 1,5 bilhão de libras em ações com o dinheiro.