Black Friday no Brasil tem apagão de sites e maquiagem de preços

sexta-feira, 23 de novembro de 2012 17:05 BRST
 

Por Vivian Pereira

SÃO PAULO, 23 Nov (Reuters) - A terceira edição da "Black Friday" no Brasil teve as primeiras 12 horas de duração marcadas por um cenário de apagão em uma parcela dos sites participantes, contrário ao objetivo proposto de beneficiar varejistas e consumidores com descontos em produtos de diversos segmentos.

O portal Busca Descontos, que trouxe ao Brasil o evento herdado dos norte-americanos e reúne todas as ofertas em um único site (www.blackfriday.com.br), identificou congestionamento durante a primeira hora de abertura, quando foram registrados mais de 75 mil acessos simultâneos, sete vezes superior ao volume visto no ano passado.

"Isso causou muita lentidão, mas, por volta da 1h desta sexta-feira o acesso foi normalizado e, até agora, está normal", disse um porta-voz do Busca Descontos, sobre o portal.

A situação das principais varejistas participantes do evento, no entanto, é outra. Um consumidor que falou à Reuters sob condição de anonimato disse não ter conseguido realizar uma compra no site Submarino --da B2W-- após diversas tentativas por horas consecutivas.

Ao procurar o atendimento telefônico da empresa, o consumidor foi informado sobre uma queda generalizada do sistema, impedindo que a compra fosse realizada também por telefone.

Procurada pela Reuters, a B2W, que também detém os sites Americanas.com e Shop Time, informou que "se preparou para um enorme volume de acessos em função da Black Friday, porém o surpreendente aumento de visitas causou dificuldades de compras para alguns clientes. As equipes do Submarino estão totalmente empenhadas em minimizar os impactos para os clientes o mais rápido possível".

Os sites de outras varejistas como Wal-Mart, Magazine Luiza e Extra também apresentavam lentidão.

A Nova Pontocom, que reúne as operações de eletroeletrônicos e varejo online do Grupo Pão de Açúcar, informou via assessoria de imprensa que "em nome do Extra.com.br e do Pontofrio.com, não houve problemas em relação ao sistema, que está funcionando normalmente, apesar da demanda elevada".   Continuação...