Verizon nega compra de espectro da Dish e grandes aquisições

terça-feira, 4 de dezembro de 2012 17:12 BRST
 

NOVA YORK, 4 Dez (Reuters) - A Verizon, acionista majoritária do maior serviço de telefonia móvel dos Estados Unidos, não tem interesse em comprar faixas de espectro da Dish e não planeja fazer grandes aquisições, disse seu presidente-executivo nesta terça-feira.

Enquanto investidores têm especulado que o presidente do Conselho Administrativo da Dish, Charlie Ergen, pode ganhar muito dinheiro se vender as faixas de espectro que a companhia detém para grandes operadoras de telefonia móvel norte-americanas, o presidente-executivo da Verizon, Lowell McAdam, disse à Reuters em conferência com investidores que sua companhia não será uma compradora.

McAdam também disse à plateia da UBS Annual Global Media and Communications Conference que sua companhia não planejava quaisquer aquisições grandes quanto as recentes compras da Terremark e Hughes Telematics.

A Verizon comprou a provedora de serviços empresariais Terremark no ano passado por 1,4 bilhão de dólares e completou sua aquisição da Hughes por 612 milhões de dólares em julho.

A companhia pode realizar mais acordos na área de softwares, mas essas seriam transações menores, disse McAdam à conferência.

"Está na faixa de dezenas de milhões de dólares, contra a faixa de centenas de milhões de dólares. Neste momento, não vejo o valor adicionado por uma grande aquisição", disse McAdam.

Ele disse que a Verizon Wireless, parceira da companhia com a Vodafone, viu fortes vendas de telefones até agora na temporada de fim de ano. O forte crescimento de clientes da parceria no terceiro trimestre, quando conquistou fatia de mercado de rivais, continua no quarto trimestre, afirmou.

(Reportagem de Sinead Carew)