Sob forte rivalidade, Instagram reduz laços com o Twitter

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012 20:38 BRST
 

Por Alexei Oreskovic e Gerry Shih

SAN FRANCISCO, 5 Dez (Reuters) - O Facebook, que adquiriu recentemente o Instagram, serviço de compartilhamento de fotos, removeu um elemento-chave de sua integração com o Twitter, sinalizado o aprofundamento de um racha entre as duas redes sociais dominantes da web.

O presidente-executivo do Instagram, Kevin Systrom, disse nesta quarta-feira que a companhia desligou o suporte para as "cartas" do Twitter, a fim de conduzir os usuários do microblog para o próprio site do Instagram. As "cartas" do Twitter são um recurso que permite que conteúdo multimídia, como vídeos do YouTube e fotos do Instagram, seja incorporado e exibido diretamente em uma mensagem no Twitter.

O movimento marcou o mais recente confronto entre o Facebook e o Twitter inicido em abril, quando o Facebook, a maior rede social do mundo superou uma oferta do microblog pelo Instagram em um negócio avaliado à época em 1 bilhão de dólares, em dinheiro e ações.

A ligação das empresas têm sido tensas desde então. Em julho, o Twitter bloqueou o Instagram de usar seus dados para ajudar os usuários a encontrar novos amigos.

No início desta semana, os usuários do Twitter começaram a reclamar em mensagens públicas que fotos do Instagram não eram exibidas corretamente no site do Twitter.

Systrom confirmou na quarta-feira que sua companhia tinha decidido seus usuários deviam ver as fotos nas páginas próprias do Instagram na Web e tomou medidas para mudar suas políticas.

Um porta-voz do Twitter se recusou a comentar nesta quarta-feira, mas uma mensagem na rede social confirmou que os usuários estão tendo problemas em visualizar fotos do Instagram.