Telecom Italia rejeita proposta de bilionário egípcio

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012 20:09 BRST
 

Por Danilo Masoni

MILÃO, 6 Dez (Reuters) - A Telecom Italia rejeitou nesta quinta-feira uma oferta de investimento de 3 bilhões de euros (3,9 bilhões de dólares) feita pelo bilionário egípcio Naguib Sawiris, e levará mais tempo para considerar a possível venda de uma fatia em sua rede de cobre.

A companhia informou em um comunicado que seu Conselho de Administração decidiu "não seguir adiante" em relação ao interesse de Sawiris, que havia proposto injetar capital para ajudar a empresa em seu plano de reestruturação.

Após uma reunião de oito horas, o Conselho pediu à administração executiva investigar mais a fundo a possível venda de fatia de sua infraestrutura para o fundo estatal Cassa Depositi e Prestiti (CDP).

A companhia também disse querer continuar negociações com dois interessados por sua unidade deficitária Telecom Italia Media, a fim de conseguir um melhor preço.

No comunicado, a Telecom Italia não mencionou qualquer decisão sobre uma possível expansão no Brasil, um grande mercado para a empresa. A companhia havia olhado para uma possível compra da operadora GVT, do grupo francês Vivendi.

Após meses de contatos entre a operadora italiana e a CDP, a decisão do conselho sobre a rede fixa, que tem um valor potencial de 15 bilhões de euros, marca o começo de negociações formais para uma possível venda de fatia.

O presidente do Conselho, Franco Bernabé, havia anteriormente dito que uma decisão sobre se a empresa irá adiante com a cisão da rede em uma nova companhia seria tomada ao final deste ano.

A venda de uma fatia na rede pode acelerar o corte de dívida do grupo.

Pressionada entre a necessidade de pagar dividendos para seus acionistas controladores e manter o controle sobre sua dívida de 29,5 bilhões de euros, a Telecom Italia tem lutado para investir em sua rede doméstica ou expandir em outros mercados, como a América Latina.

(Por Danilo Masoni)