7 de Dezembro de 2012 / às 13:07 / em 5 anos

Reestruturação faz Carrefour fechar loja online no Brasil

SÃO PAULO, 7 Dez (Reuters) - O Carrefour anunciou nesta sexta-feira o encerramento de suas operações de e-commerce no Brasil como parte da reestruturação no país, uma mostra do grande desafio que é operar no promissor mas novo mercado brasileiro de vendas online.

Diretor executivo do Carrefour, Georges Plassat, é visto em frente ao logotipo da empresa ao chegar para coletiva de imprensa em agosto, em Paris. O Carrefour anunciou nesta sexta-feira o encerramento de suas operações de e-commerce no Brasil como parte da reestruturação no país, uma mostra do grande desafio que é operar no promissor mas novo mercado brasileiro de vendas online. 30/08/2012 REUTERS/Charles Platiau

A varejista afirmou em comunicado que, entre os focos dela no país, estão a operação de hipermercados, a expansão da bandeira Atacadão e a divisão de serviços financeiros, tendo em vista o crescimento da classe média.

O Carrefour garantiu que honrará todas as vendas já realizadas no site e que dará suporte aos clientes que precisarem.

Competição acirrada e promoções agressivas levaram alguns varejistas do país a perdas nas operações online brasileiras.

Na quinta-feira, Amazon.com e Google abriram as operações brasileiras das respectivas lojas de ebooks, em uma mostra da força do e-commerce brasileiro, que movimenta 12 bilhões de dólares por ano.

A decisão da Amazon de ainda não fazer entregas físicas, no entanto, mostra receios em um país com notáveis limitações em infraestrutura e um sistema tribuntário complexo e honeroso.

Fora isso, um grande lançamento no varejo precisa considerar a desaceleração da economia brasileira, que ameaça esfriar a demanda do consumidor.

A suspensão das vendas online faz parte de um plano de reestruturação que o Carrefour adotou há dois anos para melhorar as operações de hipermercados, atacado e unidades de financiamento, segundo o comunicado.

O Carrefour se negou a comentar o assunto.

O presidente-executivo da companhia francesa, George Plassat, assumiu o cargo há seis meses e desde então tem trabalhado para se desfazer de negócios não essenciais e assim levantar capital e socorrer os hipermercados da rede em praças importantes.

A queda dos juros e as mudanças de estratégia nos grandes bancos brasileiros também começaram a impactar a indústria de cartões de crédito do país e pressionar as lucrativas operações de financiamento ao consumidor.

A B2W, maior companhia de e-commerce do Brasil listada em bolsa, teve de desacelerar as agressivas ofertas de vendas e financiamento para tentar reduzir a série de perdas que vinha tendo.

Por Vivian Pereira e Brad Haynes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below