Iate de Steve Jobs é apreendido por conta não paga a designer

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012 15:45 BRST
 

AMSTERDÃ, 21 Dez (Reuters) - Um super-iate construído para o co-fundador da Apple Steve Jobs foi apreendido em Amsterdã devido a uma disputa sobre uma conta não paga para o designer Philippe Starck, disse um advogado nesta sexta-feira.

Jobs, que morreu no ano passado após fazer seu nome e sua fortuna na Apple, nunca chegou a usar o iate --chamado Venus-- mas havia contratado o designer francês para trabalhar na embarcação, cuja construção custou mais de 100 milhões de euros.

Um advogado que representa a companhia Ubik, de Starck, disse à Reuters que seu cliente havia recebido 6 milhões de euros de uma comissão de 9 milhões de euros por seu trabalho na embarcação minimalista, e busca agora recuperar o resto que lhe é devido.

O iate foi apreendido na noite de quarta-feira, disse o advogado, e permanecerá no porto de Amsterdã até que os advogados que representam o patrimônio de Jobs paguem a conta.

"O projeto está em andamento desde 2007 e houve muitas conversas detalhadas entre Jobs e Starck", disse o advogado que representa Ubik Roeelant Klaassen.

"Eles confiavam um no outro, então não houve um contrato muito detalhado", disse ele.

O advogado que representa o patrimônio de Jobs não pode ser imediatamente contatado.

(Reportagem de Sara Webb)