Reguladores dos EUA encerram longa investigação do Google

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 17:37 BRST
 

WASHINGTON, 3 Jan (Reuters) - Reguladores dos Estados Unidos encerraram nesta quinta-feira uma longa investigação sobre o Google com um acordo suave que deve desapontar rivais e críticos do gigante de buscas na Internet.

Pelo acordo, o Google concordou em por fim a prática de "recortar" artigos e outros dados de sites rivais para seus próprios produtos, e em permitir que anunciantes exportem dados para avaliar campanhas publicitárias de forma independente, segundo informou a Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês).

O chairman da FTC, Jon Leibowitz, disse que o Google também concordou em licenciar patentes "com termos justos, razoáveis e não discriminatórios".

Em entrevista coletiva, Leibowitz disse que a FTC avaliou cerca de 9 milhões de páginas de documentos e ouviu o testemunho de executivos importantes do Google sobre como resolver a investigação de forma sensata.

A Reuters noticiou em dezembro que críticos do Google, antecipando uma amena decisão da FTC, poderiam estar prontos para levar suas queixas para o Departamento de Justiça norte-americano.

(Por Diane Bartz)