Receita da varejista Barnes & Noble recua; vende menos Nooks

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 17:57 BRST
 

Por Phil Wahba

3 Jan (Reuters) - A rede de livrarias norte-americana Barnes & Noble apresentou nesta quinta-feira uma forte queda na receita nos negócios do Nook enquanto vendeu menos leitores digitais e tablets em suas próprias lojas.

A rede, que também viu menos consumidores em suas lojas, apostou fortemente em seu negócio de dispositivos Nook, que inclui leitores digitais e tablets, bem como livros digitais, como fonte de crescimento.

Mas a receita do segmento do Nook durante os nove meses encerrados em 29 de dezembro teve queda de 12,6 por cento ante o mesmo período do ano anterior, uma vez que cortou preços para competir com o Kindle da Amazon.com, e o iPad da Apple.

As vendas de conteúdos digitais aumentaram 13,1 por cento durante as festas de fim de ano, um ritmo muito mais lento do que os 38 por cento de alta no trimestre anterior e os ganhos de 113 por cento no fim de 2011, sugerindo que a Barnes & Noble está tendo problemas em manter sua participação de mercado nos EUA entre 25 e 30 por cento.

"Estamos muito além do ponto onde se poderia ver as vendas de conteúdos acelerando", disse Peter Wahlstrom, analista da Morningstar.

As vendas do Nook tiveram um forte início no fim de semana da Black Friday, que segue o feriado de Ação de Graças e dá início à temporada de fim de ano.

Mas para o resto do período elas foram fracas, e o presidente-executivo William Lynch disse em comunicado que a Barnes & Noble está "examinando a raiz da causa" do déficit e irá ajustar sua estratégia.

A varejista ainda espera que vendas de 3 bilhões de dólares do segmento Nook para o ano fiscal, mantendo a previsão dada em outubro.

(Por Phil Wahba em New York)