Vendas de tablets na Índia devem dobrar em 2013, diz estudo

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013 17:10 BRST
 

NOVA DHÉLI, 4 Jan (Reuters) - As vendas de tablets na Índia devem ao menos dobrar para 6 milhões de unidades em 2013, com novos dispositivos atraindo usuários corporativos e aparelhos baratos conquistando mais consumidores, previu a empresa de pesquisa CyberMedia.

As vendas devem ter atingido 3 milhões de unidades em 2012, contra 500 mil tablets no país em 2011, estimou a CyberMedia nesta sexta-feira, citando dados do trimestre encerrado em setembro, quando fabricantes, com liderança da Samsung Electronics, venderam 1,1 milhão de tablets.

A Índia é o segundo maior mercado mundial de telecomunicações, com cerca de 900 milhões de assinantes de telefonia móvel. Mas a penetração de computadores é baixa, com apenas cerca de 10 por cento da população de 1,2 bilhão de pessoas com acesso à Internet.

A Samsung teve 23,9 por cento do total de tablets vendido na Índia de julho a setembro de 2012, segundo a CyberMedia.

A fabricante local Micromax aparece em segundo, com market share de 15,3 por cento no período.

A Apple, fabricante do iPad, aparece apenas na quinta posição, com 8,7 por cento do mercado no trimestre.

O preço médio dos tablets vendidos na Índia no trimestre foi de cerca de 13.200 rupias, ou 240 dólares, com 63,5 por cento dos aparelhos com valor inferior a 10 mil rupias, informou a CyberMedia.

Em comparação, o iPad Mini mais barato é vendido na Índia por 21.900 rupias na varejista online Flipkart.com.

(Por Devidutta Tripathy)