Vendas online da Best Buy sobem, Amazon cobra mais impostos

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 18:48 BRST
 

SAN FRANCISCO, 10 Jan (Reuters) - A Best Buy, maior rede de comércio de eletrônicos do mundo, disse que suas vendas online aumentaram em certos mercados à medida que a arquirival Amazon.com cobra mais impostos sobre compras em novas regiões dos Estados Unidos.

"Na Califórnia, no Texas e na Pennsylvania, onde a Amazon.com recentemente começou a cobrar impostos, ainda é cedo, mas a Best Buy viu um aumento de 4 a 6 por cento nas vendas online no agregado contra o resto da cadeia", escreveu a porta-voz Amy von Walter em um email à Reuters.

"Enquanto algumas pessoas ainda preferem comprar online, a paridade de impostos nas vendas tem mostrado que as pessoas mudarão seus hábitos de compra", acrescentou.

A Amazon, maior rede de comércio online da internet, começou a cobrar impostos sobre vendas na Califórnia em 15 de setembro, semanas antes do início da crucial temporada de festas de fim de ano. Nas semanas antes da mudança, houve relatos de grandes compras de produtos de altos preços, como televisões de tela plana, por consumidores californianos.

A Amazon começou a cobrar impostos estaduais sobre vendas no Texas em julho e na Pennsylvania em setembro.

Críticos da Amazon argumentaram que a companhia tem uma vantagem injusta porque outras grande varejistas, incluindo Best Buy, Wal-Mart e Target, foram obrigadas a cobrar impostos estaduais sobre vendas online durante anos porque têm estabelecimentos e outras operações físicas nessas localizações.

(Reportagem de Alistair Barr)