Vendas globais de PCS no 4o tri caem pela 1ª vez em 5 anos

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 12:26 BRST
 

LAS VEGAS, Estados Unidos (Reuters ) - As vendas globais de PCs na temporada de fim de ano caíram pela primeira vez em mais de cinco anos, de acordo com a empresa de análise do mercado de tecnologia IDC. O novo sistema operacional Windows 8, da Microsoft, não estimulou os compradores e muitos acabaram optando por tablets e smartphones.

A queda coroa um ano terrível para fabricantes de computadores como a Hewlett-Packard, Lenovo Group e Dell, que registraram seu primeiro declínio anual de vendas em mais de uma década, e sem sinais de que a situação vai melhorar rápido.

Também é prova de um lançamento menos que espetacular para a mais recente versão do Windows, na qual a Microsoft está apostando para combater os avanços de aparelhos dotados de telas sensíveis a toques, como o iPad, da Apple no campo dos computadores.

"A impressão é que até que o Windows 8 esteja totalmente instalado e os preços comecem a cair, ficaremos neste estágio de dinâmica negativa no mercado de PCs", disse Aaron Rakers, analista da Stifel, Nicolaus & Co.

Mas analistas afirmam que não se pode descartar ainda o Windows 8 -- a mais radical mudança no sistema operacional Microsoft em 20 anos -- uma vez que os consumidores estão se acostumando à sua interface baseada em blocos (tiles) e com recursos de toque.

No passado, o lançamento de um novo sistema operacional da Microsoft tendia a estimular uma alta de vendas de computadores pessoais, mas a IDC diz que os fabricantes simplesmente não levaram máquinas atraentes ao mercado em número suficiente.

"Em meio aos esforços de promoção de computadores com recursos de tela sensível a toque, os fabricantes se esqueceram de promover vigorosamente outros recursos que oferecem ao usuário experiências mais seguras, confiáveis e eficientes", disse Jay Chou, analista sênior de pesquisa da IDC.

Ele sugeriu que este ano pode haver melhoras, apesar da discussão sobre a morte do computador, já que os tablets estão a caminho de pela primeira vez superar os computadores convencionais em vendas, nos Estados Unidos.

"Com o amadurecimento do Windows 8, e com a queda continuada de outras variáveis, por exemplo o preço dos ultrabooks, a esperança é de que o mercado de computadores ressurja em termos de imagem e demanda, em 2013", disse Chou.   Continuação...