Sharp negocia venda à Lenovo de fábrica de TV na China--fontes

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013 11:59 BRST
 

TÓQUIO, 17 Jan (Reuters) - A Sharp pode vender à Lenovo uma fábrica de TVs na China, dentro dos esforços para se desfazer de ativos e melhorar as finanças, de acordo com fontes.

A fabricante japonesa negocia com a Lenovo a venda da unidade de LCDs em Nanking e a formação de parcerias com a companhia chinesa na China, disseram duas fontes da indústria familiarizadas com as discussões informaram à Reuters.

Em comunicado à Bolsa de Tóquio, a Sharp disse que não havia anunciado nenhuma negociação. As conversas haviam sido noticiadas inicialmente pelo jornal Nikkei, do Japão.

A Sharp já vinha negociando com a Hon Hai a venda da unidade de TV na China e de uma fábrica no México. A companhia de Taiwan, que também negocia comprar uma parte da Sharp e já comprou uma fábrica de LCD da companhia no Japão, pode agora se limitar a ficar com a unidade mexicana.

(Por Reiji Murai)

 
Em comunicado, Sharp disse que não havia anunciado nenhuma negociação. Informações sobre o tema foram publicados inicialmente pelo jornal japonês Nikkei. 08/01/2013 REUTERS/Rick Wilking