Motorola Solutions vê avanço moderado em negócios com governo

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 15:45 BRST
 

23 Jan (Reuters) - A fabricante de equipamentos para comunicações Motorla Solutions projetou receita abaixo das estimativas de analistas no atual trimestre e disse esperar que o crescimento em suas operações com o governo seja moderado em 2013, após o fim de um programa de atualização para rádios bidirecionais.

As operações com o governo devem crescer em até 5 por cento, disse à Reuters o presidente-executivo da companhia, Greg Brown.

A ação da Motorola Solutions chegou a cair 3 por cento para 56,34 dólares no início do pregão desta quarta-feira. Mais tarde, o papel recuperou parte das perdas e era negociado a 57,06 dólares, com baixa de 2,14 por cento, às 15h39, no horário de Brasília.

As operações com o governo cresceram 12 por cento em 2012, respondendo por 69 por cento da receita total da empresa.

A companhia beneficiou-se no ano passado de uma decisão da Federal Communications Commission (FCC) que exigia que usuários de rádios bidirecionais atualizassem seus aparelhos para uma transição para bands mais estreitas de 12,5 kilohertz frente a canais de banda mais larga de 25 kHz até 1o de janeiro.

A Motorola Solutions domina o mercado de rádios bidirecionais com seus sistemas de rádios móveis terrestres e produtos de segurança pública, e o governo norte-americano é seu maior cliente.

A companhia projetou lucro de entre 0,62 dólar e 0,67 dólar por ação com operações continuadas no primeiro trimestre de 2013, bem abaixo da estimativa média de analistas de 0,67 dólar por ação.

A Motorola Solutions prevê que a receita no primeiro trimestre aumente entre 4 por cento a 5 por cento frente ao ano anterior, equivalente à receita de entre 2,03 bilhões de dólares e 2,05 bilhões de dólares.

Analistas esperam receita de 2,07 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.