Philips vende unidade de áudio e vídeo, tem prejuízo no 4o tri

terça-feira, 29 de janeiro de 2013 07:49 BRST
 

AMSTERDÃ, 29 Jan (Reuters) - A Philips Electronics chegou a um acordo para vender o negócio de áudio e vídeo à japonesa Funai Electric por 150 milhões de euros (202 milhões de dólares) para se focar nos segmentos mais rentáveis de eletrodomésticos, saúde e iluminação.

A venda marca a saída da Philips de uma de suas operações mais tradicionais. A companhia já havia separado a problemática unidade de televisão ao firmar uma joint venture com a TPV, de Hong Kong, no início de 2012.

O grupo holandês vem lutando há anos para concorrer com fabricantes asiáticas de eletrônicos de baixo custo.

Também nesta terça-feira, a Philips apresentou prejuízo líquido de 355 milhões de euros no quarto trimestre, atribuído a provisões já sinalizadas e encargos.

A empresa alertou em dezembro que assumiria provisões de 509 milhões de euros para cobrir uma multa aplicada pela União Europeia por prática de cartel no negócio de televisores.

A companhia também antecipou que os encargos de reestruturação aumentariam para 380 milhões de euros, contra previsão anterior de 300 milhões, pela integração de algumas operações.

O lucro antes de juros, impostos e amortização (Ebita), por sua vez, somou 875 milhões de euros, com vendas de 7,161 bilhões de euros.

Analistas consultados pela Reuters previam Ebita de 847 milhões de euros, prejuízo líquido de 308 milhões e vendas de 7,161 bilhões.

(Por Sara Webb)