Samsung e EA fazem parceria para atrair desenvolvedores

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 16:10 BRST
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Electronic Arts e a Samsung firmaram parceria para atrair desenvolvedores para a incipiente loja de aplicativos da gigante sul-coreana, oferecendo incentivos financeiros incomumente fortes na expectativa de expandir sua biblioteca de jogos.

A divisão de jogos para plataformas móveis da EA, a Chillingo, vai chefiar o "100% Indie", que permitirá que desenvolvedores independentes retenham 100 por cento de sua receita por seis meses, contra o usual corte de 30 por cento oferecido por outras plataformas como a da Apple.

O programa, que começa em 4 de março, tem como objetivo aumentar a oferta de aplicativos produzidos fora das grandes empresas de software, além de títulos como o sucesso "Angry Birds", que teve seu início como um inovador jogo independente.

Após os seis meses, os desenvolvedores deverão conceder à Samsung 10 por cento da sua receita obtida com seus aplicativos, ficando com o restante. A fatia dedicada à Samsung subirá para 20 por cento no ano seguinte, com a companhia assumindo 30 por cento das vendas somente após dois anos, semelhante a acordos exigidos pela App Store, da Apple, e do Google Play.

Garantir maiores fatias de receita é crucial para pequenas empresas que enfrentam dificuldades para sobreviver. A Chillingo, adquirida pela Electronic Artes em 2010, descobriu sucessos como "Angry Birds", que teve mais de 1 bilhão de downloads em plataformas móveis, e "Cut the Rope".

"Qualquer um que participar do programa pode beneficiar-se de 100 por cento da receita, uma iniciativa sem precedentes em nossa indústria até agora", disse o co-fundador da Chillingo, Chris Byatte.