CEO da Dell concordou em valor menor de ações em negócio de US$24 bi

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 17:06 BRST
 

SAN FRANCISCO, 14 Fev (Reuters) - O presidente-executivo da Dell, Michael Dell, que tenta uma operação de 24,4 bilhões de dólares para fechar o capital da fabricante de computadores, aceitou avaliar sua fatia de 16 por cento em cerca de 2 por cento abaixo do preço oferecido a outros acionistas, segundo documentos revelados nesta quinta-feira.

O fundador da terceira maior produtora de PCs do mundo, que informou o Conselho da empresa em agosto de sua intenção de remover a companhia do intenso olhar de Wall Street, concordou, após extensas negociações, com que sua fatia seja avaliada em 13,36 dólar por ação, ante os 13,65 dólares por papel eventualmente oferecidos.

As negociações com o Silver Lake começaram em outubro. Dell revelou que o grupo de private equity elevou o preço oferecido pelo menos uma vez durante as discussões.

"Para facilitar o aumento do preço pela Silver Lake, o Sr. Dell e pessoas relacionadas concordaram que suas ações fossem roladas na transação proposta para serem avaliadas apenas a 13,36 dólar por ação, ante o preço oferecido de 13,65 dólares aos acionistas não afiliados", disse o documento.

A oferta alavancada foi anunciada na semana passada,

Dois grandes acionistas, a Southeastern Asset Management e a T. Rowe Price, têm figurado entre os principais oponentes ao acordo, o qual, segundo eles, subvaloriza a companhia, apesar dos desafios enfrentados por ela no minguante mercado de PCs e a intensa competição de software e serviços corporativos.

O negócio será votado por acionistas por volta de junho ou julho, disse a companhia no documento. O acordo precisa da aprovação da maioria dos acionistas, excluindo Dell, para ser aprovado.

(Por Edwin Chan)