Espanha aprova plano para impulsionar acesso e uso da Internet

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 16:16 BRST
 

Por Cristina Fuentes-Cantillana

MADRI, 15 Fev (Reuters) - O governo espanhol aprovou nesta sexta-feira um plano chamado "Agenda Digital" para fomentar o acesso e o uso de novas tecnologias, que vai desde o acesso à Internet até o comércio eletrônico, as redes móveis e a administração pública.

O plano estabelece objetivos concretos para 2015, que atingem tanto a infraestrutura como a oferta de conteúdo digital e o comércio eletrônico, serviço que as autoridades esperam levar a 40 por cento das empresas espanholas.

"O que se pretende fazer é levar de maneira mais nítida os benefícios das tecnologias da informação e a comunicação ao conjunto de cidadãos, do governo e também das empresas", disse nesta sexta-feira o ministro da Indústria, Energia e Turismo, José Manuel Soria, em entrevista coletiva.

A iniciativa aprovada nesta sexta-feira inclui a implantação de redes "ultra-rápidas", de modo que até 2015 haja uma cobertura de banda larga de 50 por cento, com o acesso superior a 100 megabytes por segundo.

Um estudo do Observatório Nacional de Tecnologias realizado em 2012 constatou que 17,4 por cento dos lares espanhóis tinham uma conexão de banda larga contratada.

Assim, o governo quer que três em cada quatro espanhóis (75 por cento) naveguem na Internet com regularidade, e que 35 por cento tenha conexão móvel de terceira geração (3G).

Em relação às empresas, a pretensão é que 55 por cento das microempresas tenham Internet própria, e que 40 por cento fature pela Internet, além de promover o uso de assinaturas digitais e as políticas de privacidade em sites corporativos.